ÁGUA E ECOLOGIA

 

ÁGUA: AMBIENTE PARA A VIDA

 

A VIDA SURGIU NA ÁGUA

Os cientistas acreditam que a vida em nosso planeta tenha surgido na água. De fato, ela é um ótimo ambiente para os seres vivos. Tanto o mar quanto a água doce abrigam uma grande variedade de animais e vegetais que aí encontram condições favoráveis para sobreviver.

A forma dos organismos aquáticos

A água exerce empuxo sobre os corpos nela mergulhados. Certas plantas, como o aguapé e a vitório-régia, flutuam na superfície do líquido, por causa de suas formas e do empuxo.
Muitos organismos microscópicos e sem movimentos próprios também vivem na água. O conjunto desses pequenos seres vivos é chamado plâncton.
Animais moles, como as águas-vivas, conseguem manter sua forma dentro da água, ajudados pela "sustenntação" do empuxo.
A água oferece resistência ao deslocamento dos animais que  nadam. Muitos deles, como os peixes, têm forma alongada. Isso reduz bastante a resistência da água e facilita sua locomoção.
 

O clima na água

Com relação à tempuratura, o meio aquático é muito mais estável que o ar. Isso quer dizer que as mudanças de temperatura na água são menores e menos bruscas.
A estabilidade do clima na água favorece a sobrevivência de certos organismos aquáticos, como os peixes, que são muito sensíveis a mudanças repentinas de temperatura.
 

 

A PRODUÇÃO DE ALIMENTO NA ÁGUA

O s vegetais aquáticos, incluindo as algas microscópicas do plâncton, fabricam o alimento necessário a sua vida. Através do processo de fotossíntese, absorvem a energia luminosa do Sol, produzem alimento e liberam oxigênio.
Esse oxigênio se dissolve na água e permite a respiração de todos os organismos aí presentes. Uma certa quantidade desse oxigênio escapa da água e se mistura ao ar atmosférico. Aliás, grande parte do oxigênio existente  na atmosfera é produzida pelas algas microscópicas do plâncton.
O alimento que as algas do plâncton fabricam permite que elas se reproduzam com grande velocidade.

A cadeia alimentar

As algas servem de alimento a pequenos animais do plâncton. Estes, porsua vez, servem de alimento a animais maiores, e assim por diante, até chegar aos grandes animais quáticos.
Desse modo, todos os organismos aquáticos dependem, para se alimentar, das microscópicas algas do plâncton.

A importância da luz

A fotossíntese só ocorre em presença da luz. A partir de certa profundidade, aluz não consegue mais penetrar. Por isso, nessas regiões já não existem mais plantas.
Em águas bem limpas e transparentes, a luz chega até cerca de 200 metros de profundidade.alimento que as algas do plâncton fabricam permite que elas se reproduzam com grande velocidade.
 

Referência: BEDAQUE, C. S.- Ciências: "Entendendo a natureza: o mundo em que vivemos".


 

 

 

Enquete

Qual recurso você mais utiliza para estudar?
 

Veja Também...

Banner