EROSÃO DO SOLO




Experimento 1: Modelo para estudar efeitos da erosão


Objetivos:


Através de experimentos simples observar o fenômeno da erosão, conhecer a ação de alguns agentes causadores da erosão e como o homem pode minimizar seus efeitos.


Materiais:


- terra (1 lata de 18L)
- 1 L água
- 1 recepiente grande ( 50 x 50 cm) tipo assadeira de bolo ou bandeja plástica com abas
- 1 recepiente do tipo marmitex (? ~ 15cm)
- 1 pedaço de madeira
- 1 pazinha


Procedimento:


1 - No centro da bandeja ou assadeira faça um monte de terra com cerca de 30cm de altura.
2 - Com um pedaço de madeira soque a terra para compactá-la, deixando um dos lados mais inclinado que outro. No pico do monte faça um patamar com cerca de 10cm de diâmetro.
3 - Faça dois furos na lateral da embalagem de marmitex com auxílio de um lápis, de modo que um fique em frente ao outro.
4 - Coloque o prato sobre o patamar, de modo que um dos furos fique no lado mais inclinado e o outro, no lado menos inclinado.
5 - Coloque água no marmitex e observe o que acontece nas encostas quando a água escorrer sobre a terra.
6 - Refaça o monte, compactue e construa curvas de nível. Coloque o prato no patamar do monte de terra e encha-o de água.
7 - Observe a forma de sulcos, e a erosão.

Dê atenção aos aspectos:


- formação de sulcos, profundidade dos sulcos, infiltração de água no solo, quantidade de terra transportada pela água.
Através das observações conclua onde a erosão foi mais rápida.
Preste atenção ao que ocorre na época das chuvas com as sementes plantadas em terrenos muito inclinados. Explore como resolver este problema.


Experimento 2: Papel da vegetação em relação à erosão do solo


Objetivos:


- Compreender a importância da existência de uma cobertura vegetal sobre o solo, durante a época das chuvas.
- Comprendeer porque a cobertura vegetal contribui para diminuir a erosão.



Materiais:


- 4 caixas de madeira (de frutas)
- 1 regador
- 4 folhas de plástico para forrar o fundo das caixas.
- areia
- argila
- milho ou feijão



Preparação prévia:


- misturar partes iguais de areia e argila e encher as caixas com a mistura.
- com bastante antecedência, plantar milho ou feijão em duas das caixas, deixando pequena distância entre as covas.



Procedimento:


1 - Deixar uma das caixas que tem solo na horizontal, inclinar a outra com um suporte;
2 - Fazer o mesmo com as duas caixas que contêm as plantas;
3 - Com o regador cheio, mantido a altura de 1m, molhar as quatro caixas (simulando chuva) e fazer as seguintes observações:
- há alguma diferença na quantidade de solo removido das caixas?
- em qual delas a infiltração de água é maior?
- em qual delas a erosão é maior?
- qual o efeito da vegetação


Complementação do experimento:


Faça dois montes com os substratos das caixas sem vegetação, abra sulcos nestes montículos. Numa caixa os sulcos deverão formar aneis em torno do monte (horizontais) e na outra os sulcos formarão fileiras ascendentes (verticais)
Transplante as mudas das caixas para os sulcos aberto.
Aguarde alguns dias, até que estejam visçosas, e regue-as com o regador usando igual quantidade de água, derramadas da mesma altura em ambas as caixas.
Compare a quantidade de solo removido (erosão e a infiltração da água nos dois casos).



Experimento 3: Erosão pelo gelo


O gelo puro é muito macio para desgastar uma rocha. Mas quando ele contém fragmentos de rocha pode se transformar numa lixa. A geleira raspa seu leito rochoso, desgastando-se e formando estrias na superfície. As geleiras podem causar forte erosão.



Materiais:


- cubo de gelo
- areia
- tábua de madeira macia



Procedimento:


1 -Pegue um cubo de gelo e espere até que comece a derreter e então passe-o na areia.
2 -Movendo a mão esses círculos esfregue o cubo de gelo na tábua de madeira. Continue passando o cubo na areia para que ele se mantenha arenoso.
3 -Após alguns minutos observe a superfície da tábua. O gelo friccionou a areia riscando a madeira, como uma geleira faz com seu leite rochoso.


 

Enquete

Qual recurso você mais utiliza para estudar?
 

Veja Também...

Banner