POLARIDADE DA MOLÉCULA DE ÁGUA

 

 

O que é polaridade?

Polaridade pode-se entender como a diferença de cargas ou diferença de densidade de carga entre os constituintes de uma molécula ou retículo cristalino. Para que possamos entender melhor a explicação a seguir vamos introduzir um novo conceito: nuvem eletrônica.

Nuvem eletrônica:

Podemos explicar a nuvem eletrônica como sendo todos os elétrons que circundam uma molécula. A figura a seguir ilustra a nuvem eletrônica do benzeno.


 

 


 

Figura 1. Nuvem eletrônica do benzeno

 

Na figura se vê a molécula de benzeno representada com os carbonos em cor verde e os hidrogênios em cor branca. Os pequenos pontos que circundam a molécula como um todo é a sua nuvem eletrônica.

 

Consideremos a molécula de H: esta molécula é constituída por uma ligação covalente e não existe diferença de eletronegatividade entre os átomos, fazendo com que o par de elétrons seja compartilhado igualmente pelos átomos de hidrogênio. Portanto, esta molécula é dita apolar (é aquela molécula onde não há diferença de eletronegatividade entre os átomos e, portanto não ocorre deslocamento de carga elétrica ou nuvens eletrônicas na molécula). Veja a figura:

 

Figura 2. Modelos da molécula de H2

 

Consideremos a molécula de HCl : esta molécula é constituída por uma ligação covalente e existe diferença de eletronegatividade entre os átomos. Neste caso o Cl é mais eletronegativo que o H, daí temos que os pares de elétrons não ficam igualmente compartilhados. O Cl, que é mais eletronegativo que o H, atrai mais para perto de si o par de elétrons, então verifica-se que o H adquire um caráter positivo e o Cl um caráter negativo. Nesse caso a molécula é dita polar (é aquela molécula onde há diferença de eletronegatividade entre os átomos provocando o deslocamento de carga na molécula). Veja a figura:

 

Figura 3. Modelos da molécula de HCl

 

A MOLÉCULA DE ÁGUA

 

A molécula de água forma polos, logo é uma molécula do tipo polar, sendo que o oxigênio é mais eletronegativo que os hidrogênios, atraindo para si os pares de elétrons que deveria compartilhar por igual com os hidrogênios, ocorrendo então a distribuição não uniforme da nuvem eletrônica, conforme podemos observar na figura abaixo:

 

Figura 4. Modelos da molécula de H2O

 

 

 

PARTE EXPERIMENTAL

 

OBJETIVOS:

 

- Reconhecer a natureza polar da água.

- Distinguir as moléculas polares das apolares.

- Descrever o efeito de um corpo interposto entre materiais que se atraem por cargas elétricas.

 

MATERIAIS UTILIZADOS:

 

- 1 bastão de plástico

- 1 bureta de 50 ml

- 1 tira de papel higiênico

 

 

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL:

 

Deve-se deixar escorrer um filete de água pela torneira da bureta e depois atritar o plástico com um pedaço de papel higiênico, deve-se aproximá-lo do filete de água e observar o efeito da atração eletrostática das moléculas de água com o bastão eletrizado. Como alternativa, pode-se usar umatorneira de pia comum, deixando-a semi-aberta.

 

 

 

Enquete

Qual recurso você mais utiliza para estudar?
 

Veja Também...

Banner